O cólon (intestino grosso)

Cólon descendente
Cólon ascendente
Recto
Cego
Apendice
Cólon transverso
Sigmóide
Ânus
O Intestino Grosso vai do cego ao ânus. e É constituido pelo cego com o apêndice, cólon ascendente, cólon transverso, cólon descendente, sigmóide, recto ou ampola rectal e ânus. O comprimento de intestino grosso é de cerca de 1,5 m e o diâmetro varia entre 2,5 cm na sigmóide e 7,5 cm no cego. As austrações e as pregas tornam a superfície irregular.

QUAIS AS FUNÇÕES DO CÓLON?

O cólon armazena as substâncias não digeridas pelo tubo digestivo e leva-as até ao ânus para sem expulxas. Durante o seu trajecto é absorvida água e electrólitos reduzindo-se o volume de 1.000 - 1500 ml a 100-200 ml. O cólon segrega uma larga quantidade de bicarbonato que neutraliza os ácidos formados pelas bactérias e segrega mucina que lubrifica as mucosa facilitando a progressão das fezes. Com movimentos de contracção e propulsão as fezes progridem até aos ânus. Esses movimentos são sobretudo frequentes antes e depois do pequeno almoço: reflexo gastrocólico. As fezes formadas durante a progressão no cólon são armazenadas na sigmóide. O desejo de defecar ocorre quando as fezes atingem o recto e elevam a pressão da ampola rectal a 20-25 cm H2O. O estímulo para defecar é por vezes desencadeado pela ingestão dum líquido como chá ou café etc. mas difere de pessoa para pessoa. A Ampola rectal está habitualmente vazia.

QUAIS AS PRINCIPAIS DOENÇAS DO CÓLON?

Doenças Funcionais: (são as mais frequentes) - Síndrome do Intestino Irritável e Obstipação crónica Doença diverticular do cólon Neoplasias: Pólipos e cancro do cólon e do recto (CCR) Doenças infecciosas: Colites bacterianas, parasitárias e virais Doenças inflamatórias: Colite ulcerosa, Doença de Crohn

COMO SE DIAGNOSTICAM AS DOENÇAS DO CÓLON?

Hoje os exames endoscópicos são os mais frequentemente utilizados. O TAC a RM e a colonoscopia virtual são muitas vezes úteis. O Clister Opaco é cada vez menos utilizado.
INTESTINO GROSSO